Um efetivo de cerca de 85 mil — entre eles Força Nacional e Exército — está no Rio de Janeiro para assegurar o “sucesso” dos Jogos Olímpicos contra o crime e o terrorismo. Os fuzis e caveirões, com que moradores das áreas marginalizadas e reprimidas da cidade convivem há anos, agora também poderiam ser estampados nos cartões postais da Cidade Maravilhosa que habitam o imaginário mundial. Às vezes, é difícil saber se é uma grande celebração ou uma zona de guerra.

Este vídeo foi gravado em vários bairros do Rio de Janeiro onde os Jogos Olímpicos estão acontecendo, entre os dias 17 de julho e 4 de agosto.

Imagens: Barney Flow / Rodrigo Maia / Thiago Dezan