24 de janeiro de 2018 promete ser um dos dias mais importantes na história recheada de dias importantes de Luiz Inácio Lula da Silva. Condenado pelo juiz federal de Curitiba Sérgio Moro a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá, Lula será agora julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que pode acabar pondo fim nos seus planos de comandar pela terceira vez a nação.

Se em janeiro de 1995, o então presidente nacional do PT se defendia das críticas às doações legais feitas ao partido por empreiteiras nas eleições do ano anterior, em 2018, Lula parte para o ataque contra o Judiciário, que analisa o suposto favorecimento da OAS em troca de vantagens ilícitas.

“Se tem uma coisa que eu me orgulho, neste país, é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu”, disse, em janeiro de 2016, o atual primeiro colocado nas pesquisas de intenção de voto para as eleições deste ano.

Atentos às nuances e contradições que o acompanharam ao longo dos anos, fizemos uma seleção de frases que marcaram os últimos 24 janeiros do ex-presidente:

24 janeiros de Lula

Com colaboração de Andreas Müller.