O recente boom do petróleo da Dakota do Norte fez a população do estado dobrar à medida que os trabalhadores chegam à região. Com o aumento populacional, vieram também as drogas, o crime e os estupros. Na reserva indígena Fort Berthold, as taxas de violência sexual e assédio aumentaram 168%, sendo as mulheres indígenas as mais afetadas.