É impossível calcular o tamanho da tragédia causada pelo coronavírus nas favelas, periferias e territórios de povos indígenas e quilombolas mais pobres do Brasil se não houvesse quem se mobilizasse durante a pandemia para ajudar a suprir as necessidades imediatas dessas populações. Mas uma coisa é certa: o impacto do vírus teria sido muito mais devastador.

Nesses meses em que acumulamos 100 mil mortos pelo coronavírus, teve quem pôde fazer o isolamento social e até escolher onde se isolar. E houve quem precisou sair por sobrevivência e precisou – ou melhor, ainda precisa – da sua doação.

Algumas comunidades se organizaram sozinhas: é o caso de Paraisópolis, em São Paulo, que montou sua própria rede de atendimento de saúde. E do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, onde foi criado um gabinete de crise por três coletivos: o Voz das Comunidades, o Mulheres em Ação no Alemão e o Coletivo Papo Reto. De acordo com a prestação de contas do gabinete, divulgado no dia 7 de agosto, até o dia 6, mais de 54 mil moradores foram amparados durante a pandemia da covid-19 graças às doações e à mobilização de voluntários.

Já são cinco meses de pandemia. Pode parecer uma eternidade, mas isso não significa que estejamos mais seguros hoje do que em março de 2020, quando a covid estourou no Brasil. O país segue sofrendo com a crise, que deixa um legado de desemprego e escancara a falta de organização do governo.
Em abril, o Intercept Brasil divulgou uma lista de campanhas comunitárias, com distribuição de kits de higiene, informação sobre a doença e outras assistências, com pelo menos uma referência em cada estado.

Essas ações sociais e outras iniciativas de apoio à população durante a pandemia estão mais organizadas, mas ainda precisam da sua ajuda. Você pode escolher abaixo um projeto social para dar seu apoio. Passe essa lista para seus amigos e familiares e os incentive a contribuir e compartilhar.

Acre (AC)

Hemoacre

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Acre, o Hemoacre, está com o estoque vazio e precisa de doação de sangue em Rio Branco.
Saiba mais: redome.inca.gov.br/
Onde doar: Av. Getúlio Vargas, 2787 – Bosque, Rio Branco – AC, 69900-607

Campanha de Arrecadação Acre

Servidores e estudantes dos campi Rio Branco e Cruzeiro do Sul do Instituto Federal do Acre o Ifac continuam as campanhas de arrecadação de alimentos, materiais de limpeza e higiene. Neste mês, a expectativa é conseguir cerca de 140 kits que serão doados para famílias pobres nas cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul.
Como doar: Banco do Brasil / Agência 2359-0 / C/C: 70.161-0 / Quelli Maria O. Nascimento

Alagoas (AL)

Manda Ver – Rede Gerando Falcões
Organização social sem fins lucrativos que tem como objetivo principal promover a cidadania e a transformação social por meio de ações inovadoras e empreendedoras. A instituição está montando cestas básicas para a população que vive nas comunidades do bairro do Vergel do Lago, em Maceió.
Saiba mais: https://www.mandaver.org/sobre-nos
Como doar: O recolhimento de doações é feito por meio de agendamento no Whatsapp: (82) 99621-1806 / (82) 99925-4866

Projeto Erê
Cm o apoio do Movimento dos Povos de Alagoas, projeto realiza uma campanha de arrecadação de alimentos e material de higiene em prol dos moradores de Vila Brejal e outras comunidades da zona sul de Maceió que têm dificuldades para enfrentar a pandemia de coronavírus.
Saiba mais: https://www.instagram.com/projetoere_al/?hl=pt
Como doar: Banco do Brasil / Agência 13-2 / C/C: 6255-3
Entre em contato: (82) 99925-2801 / (82) 99658-8452

Manda Ver – Rede Gerando Falcões
Organização social sem fins lucrativos, que tem como objetivo principal promover cidadania e transformação social, por meio de ações inovadoras e empreendedoras. A instituição está montando cestas básicas para a população que vive nas comunidades do bairro do Vergel do Lago, em Maceió.
Saiba mais: mandaver.org/sobre-nos
Como doar: O recolhimento de doações é através de agendamento que pode ser feito pelo Whatsapp: (82) 99621-1806 / (82) 99925-4866

Projeto Erê
O projeto Erê, com o apoio do Movimento dos Povos de Alagoas, realiza uma campanha de arrecadação de alimentos e material de higiene em prol dos moradores de Vila Brejal e outras comunidades da zona sul de Maceió que terão dificuldades para enfrentar a pandemia de coronavírus.
Saiba mais: socialthung.com/projetoere_al
Como doar: Banco do Brasil / Agência 13-2 / C/C: 6255-3
Entre em contato: (82) 99925-2801 / (82) 99658-8452

Terreiro Abassá de Angola
Localizado na Cidade Universitária, área periférica da cidade de Maceió, o terreiro iniciou uma campanha de arrecadação de alimentos e produtos de limpeza. Além da atividade religiosa, o terreiro mantém um albergue para atendimento de crianças que vivem na rua ou que com frequência não podem dormir em casa.
Saiba mais: https://picbabun.com/_abassadeangola
Como doar: Caixa Econômica Federal / Agência 0840 / C/P: 000448620

Grupo Gay de Alagoas – GGAL
O grupo arrecada alimentos, roupas, calçados, móveis, água mineral, remédios, cestas básicas e outros itens. As doações serão entregues a pessoas em situação de extrema pobreza – ou seja, com renda menor do que R$ 145,00 por mês nos valores de 2019 – e vítimas do desastre de Santana do Ipanema. Além de ficarem desabrigadas pelas enchentes, elas precisam se proteger da contaminação pelo covid-19.
Saiba mais: https://www.facebook.com/ggayal/
Como doar: https://docs.google.com/forms/d/1k0jkUrr5QvXGgNe5pvtOPfvgrBLnB_PR8Cu8r9gJKNc/viewform?fbclid=IwAR3s_rJ1h-RkKAaWZD1PqeJfsjIhSwdn0nzQ9TOTmuULPyFLY-TpuA8Ygw4&edit_requested=true#responses
Entre em contato: Whatsapp: (82) 99644-1004

Amapá (AP)

Seja mais uma Fortaleza para Macapá
A prefeitura abre espaço para que pessoas e empresas possam doar bens, serviços, recursos financeiros e fazer voluntariado.
Saiba mais: Acesse http://macapa.ap.gov.br/coronavirus/doacoes/ e preencha os dados, que a prefeitura irá até você.
Como doar: Doações em dinheiro serão exclusivamente por transferência bancária ou via depósito de cheque nominal e cruzado à Prefeitura de Macapá, com envio do comprovante de transferência via e-mail: [email protected].
Banco do Brasil / Agência: 3575-0 / C/C: 8173-6 / CNPJ: 05.995.766/0001-77 / Conta Municipal de Resposta de Solidariedade Covid-19

Amazonas (AM)

Ajude os povos de Altamira
A Campanha Solidária Pelas Famílias de Altamira precisa arrecadar $40 mil para entregar 200 cestas básicas e produtos de limpeza para famílias que estão passando fome. Parte dos alimentos serão adquiridos de agricultores familiares e ribeirinhos de Altamira.
Saiba mais: https://cimi.org.br/2020/04/ajude-os-povos-de-altamira/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-os-povos-de-altamira

Casa Migas LGBTs
Casa de acolhimento a LGBTs que atende, além de brasileiros, refugiados que necessitam de um lar temporário. Em tempos de pandemia, a organização está aceitando doações que podem ser feitas no local, por depósito bancário ou contribuição coletiva.
Saiba mais: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/a-casa-miga-nao-pode-parar
Como doar: Banco Caixa Econômica – 104 / Agência: 1457 / C/C: 00004180-0 / Associação manifesta LGBT+ / CNPJ: 33.156.400/0001-40

Sede do Sindicato dos Médicos do Amazonas
Médicos do Amazonas estão contando com a ajuda de lojistas e empresários que possam ajudar na doação de Equipamentos de Proteção Individual, os EPIs, como macacões de proteção, aventais descartáveis, máscaras cirúrgicas, óculos, luvas e gorros.
Saiba mais: http://www.simeam.org.br/
Como doar: entre em contato no endereço Av. Professora Cacilda Pedrosa, 633, Alvorada II, Manaus.

Bahia (BA)

Casa Aurora
O Centro de Cultura e Acolhimento LGBTQIA+ de Salvador oferta atendimento integral a jovens em situação de vulnerabilidade de 18 a 29 anos. Com a pandemia, o centro está recebendo doações de alimentos e material de higiene.
Saiba mais: https://evoe.cc/
Como doar: https://evoe.cc/casaaurora

Sociedade Irmãos Solidários
Localizada na comunidade do São Bartolomeu, em Salvador, a SIS desenvolve trabalhos de educação e cidadania com famílias pobres da região. A instituição está pedindo a doações de itens de higiene e materiais de limpeza.
Saiba mais: https://www.facebook.com/sissociedadeirmaossolidarios/
Entre em contato: (71) 99975-4333 / Rua São Bartolomeu, nº 1256E, São João do Cabrito, Suburbana.

Ceará (CE)

Cufa Ceará
A Central Única das Favelas pretende beneficiar 20 mil mulheres com R$ 120 na campanha “Mães da Favela”. A doação se chamará ‘Vale Mãe’ e será distribuída em 18 estados brasileiros por dois meses. É possível doar diretamente para a Cufa Ceará, uma das centrais estaduais que participa da campanha. Famílias das favelas de Juazeiro, Crato, Barbalha e Caririaçu já foram atendidas.
Saiba mais: facebook.com/cufaceara
Como doar: Caixa Econômica Federal: Agência: 1559-8 / C/C: 5683-6.
CNPJ: 11.664.638/0001-43, Frente de Apoio à Criança Carente
Entre em contato: (85) 99742-9866

SerPonte
Os agentes que estão na ponta desse projeto têm uma grande experiência dentro das suas comunidades. Por isso, ninguém melhor do que eles para construir essa ponte direta com as famílias. Eles atuam em localidades como a Favela da Fumaça e a comunidade Inferninho, em Fortaleza. O dinheiro arrecadado com a campanha será dividido para agentes territoriais de áreas vulneráveis e eles repassarão R$ 180 para cada família selecionada em seu território.
Saiba mais: https://www.instagram.com/serpontefortaleza/
Como doar: https://www.instagram.com/p/B-pnAbylpHu/

Distrito Federal (DF)

Lar São José – Casa do Candango
A instituição, que acolhe idosos acima de 60 anos, está com uma campanha de doação de alimentos, materiais de limpeza e itens de proteção, como luvas e máscaras.
Saiba mais: https://www.facebook.com/larsaojose.casadocandango/
Como doar: Banco de Brasília / Agência: 204 / C/c: 019397-3.
Entre em contato: (61) 3591-1051 / Quadra 14, área especial 01 lote 17 e 18 – Sobradinho-DF.

Espírito Santo (ES)

Cufa Espírito Santo contra o covid-19 nas periferias
A Central Única das Favelas do Espírito Santo deu início a uma campanha de auxílio e assistência às famílias pobres e em isolamento devido à covid-19, com o intuito de arrecadar alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e higiene pessoal, que serão distribuídos às famílias das comunidades. Além de levar as doações, serão dadas informações sobre os cuidados e proteção diante dessa pandemia.
Saiba mais: https://www.instagram.com/cufa.es/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/cufa-espirito-santo-contra-o-covid-19-nas-periferias
Entre em contato: (27) 99805-1193 / (27) 99688-7421 / (27) 99711-6745

Goiás (GO)

Solidariedade em Goiás
O Sistema Fecomércio Sesc-Senac e Organização das Voluntárias de Goiás lançaram uma campanha para ajudar as famílias economicamente vulneráveis em Goiás. O objetivo é conseguir 50 mil cestas básicas em empresas e domicílios durante o isolamento social.
Saiba mais: http://www.sesc.com.br/portal/sesc/comercio/fecomercio/ http://www.ovg.org.br/
Como doar: Rua T-14, 248, Setor Bueno e na unidade do Mesa Brasil Sesc Goiás, no Jardim Guanabara (Avenida Vera Cruz, Quadra 45A, Lotes 1 a 7).
Entre em contato: (62) 3219-5180 /[email protected]

Maranhão (MA)

Solidariza São Luís
A rede foi criada com o objetivo de ajudar pessoas carentes na pandemia do coronavírus. A iniciativa pretende arrecadar doações em dinheiro, alimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza para doá-los àqueles que mais precisam na crise, sejam trabalhadores informais, motoristas de aplicativo, moradores de rua, idosos, portadores de imunodeficiência ou desempregados, entre outros. Atualmente, está se mobilizando para ajudar a Comunidade Vila Nestor em Paço do Lumiar e a zona rural de São Luís com 70 cestas básicas.
Saiba mais: https://www.instagram.com/solidarizaslz/
Como doar: Banco do Brasil / Agência: 5789-4 / C/C: 24674-3 / Layse C S Campos
Entre em contato: (98) 98543-0596 (Isadora Jansen) / (98) 98755-0240 (Jofran)

Mato Grosso (MT)

Apoio aos indígenas do Xingu
A covid-19 chegou ao Território Indígena do Xingu e está se espalhando rapidamente pelas aldeias. Os povos indígenas são especialmente vulneráveis, porque têm imunidade mais baixa, modos de vida mais coletivos, que dificultam o isolamento de eventuais infectados, e pouco acesso a serviços de saúde. Para apoiar esses povos, o Instituto BEI, em parceria com a Fundação Tide Setúbal, reuniu um grupo de fotógrafos que disponibilizaram fotografias suas realizadas no Território Indígena do Xingu como forma de recompensa para doações. O valor arrecadado será integralmente destinado à Associação Terra Indígena do Xingu, que fará a distribuição de medicamentos e produtos de higiene e proteção aos povos desse território.
Como doar: https://www.catarse.me/apoio_ao_xingu

Nações indígenas contra a covid-19
Os Kuikuro são uma comunidade de cerca de 800 pessoas que vivem com outros 15 povos indígenas no Território Indígena do Xingu, uma área protegida com mais de 2,6 milhões de hectares. Eles pedem apoio para garantir o isolamento social por meio da compra de itens médicos e de higiene, como também de cestas básicas e combustível para barcos de pesca.
Como doar: https://www.catarse.me/indigenascontracovid-19?ref=ctrse_newsletter

Mato Grosso do Sul (MS)

Associação das Crianças com Câncer de Mato Grosso do Sul
A organização lançou uma campanha para arrecadar fundos, com o encerramento provisório do atendimento ao público, que inclui o bazar, a lanchonete e o brechó da instituição. A ação acontece por meio da internet para manter as atividades de cuidado com a saúde dos pequenos pacientes.
Saiba mais: https://www.aacc-ms.org.br/doacaos/index
Como doar: Banco do Brasil / Agência 421-0 / C/C: 19682
Entre em contato: (67) 3322-8000

Minas Gerais (MG)

UFMG
A Universidade Federal de Minas Gerais, junto com o Instituto dos Advogados de Minas Gerais e a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa, fez uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar recursos para aquisição de medicamentos, insumos, equipamentos e serviços destinados aos hospitais de Clínicas da UFMG, Risoleta Tolentino Neves e UPA Centro-Sul.
Saiba mais: https://ufmg.br/
Como doar: Banco do Brasil / Agência 1615-2 / C/C: 960.419-7 / CNPJ: 18.720.938/0001-41

Movimento de Luta nos Bairros Vilas e Favelas
A organização está com uma campanha nacional para arrecadar produtos de higiene, alimentos e dinheiro para ajudar quem vive em comunidades e bairros periféricos.
Saiba mais: https://www.mlbbrasil.org/
Como doar: As doações devem ser feitas em dois postos:
Ocupação Carolina Maria de Jesus – rua Rio de Janeiro, 109, centro/
Creche Tia Carminha – Avenida Perimetral, 154, Barreiro.

Pará (PA)

ICS Solidário – Campanha de arrecadação de cestas básicas
Os Centros Acadêmicos do Instituto de Ciências da Sociedade estão organizando a campanha ICS Solidário, com o objetivo de levantar fundos para doação de cestas básicas aos estudantes mais pobres do instituto.
Saiba mais: http://www.ufopa.edu.br/ics/ics-solidario-campanha-de-arrecadacao-de-cestas-basicas/
Como doar: Caixa Econômica Federal / Agência: 0714 / C/P: 0029523-3 / Poliana Nunes Santana
Banco do Brasil / Agência: 0130-9 / C/C: 97.034-4 / Soliane dos Santos Vieira
Nu Pagamentos S.A. (260) / Agência: 0001 / C/C: Conta: 15938569-3 / João de Sousa Lourenço
Entre em contato: (93) 99214-3627 / (93) 99127-7251 / (93) 99904-8927

Paraíba (PB)

Ajude a Paraíba a vencer o Coronavírus
Financiamento coletivo criado por empresários e apoiado pela Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da UFPB no processo de organização de dois laboratórios para a realização dos exames para confirmação do coronavírus.
Saiba mais: http://coepbrasil.org.br/coronavirus/ajude-a-paraiba-a-vencer-o-coronavirus/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-a-paraiba-a-vencer-o-coronavirus

Paraná (PR)

Projeto Mãos Invisíveis
A iniciativa, que trabalha com a população em situação de rua, pede a doação de alimentos, como pães e frios, além de itens de higiene.
Saiba mais: https://www.instagram.com/projetomaosinvisiveis/
Como doar: https://app.picpay.com/user/projetomaosinvisiveis
ASP Asilo São Vicente de Paulo

Com a queda nas doações, já estão faltando alimentos e produtos de higiene no Asilo São Vicente. A arrecadação será usada para compra de álcool em gel, máscaras e comida, essenciais para que a equipe mantenha os devidos cuidados com as moradoras.
Saiba mais: http://asilosaovicente.org.br/
Como doar: Banco Itaú: Agência: 0274 / C/c: 77798-6
Banco Bradesco: Agência: 2394-9 / C/c: 14293-0
Banco Caixa Econômica Federal: Agência: 1633 / C/c: 2854-8 op. 013
Banco do Brasil: Agência: 3007-4 / C/c: 28267-7 / Ação Social do Paraná – CNPJ 76.712.918/0001-25

Pernambuco (PE)

Campanha de alimento para as Marisqueiras
O movimento de surfe feminino Todas Para o Mar criou uma vaquinha virtual para arrecadação de fundos para levar alimentos para as marisqueiras.
Saiba mais: https://tpmtodasparaomar.com/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/campanha-de-alimentos-para-as-mulheres-da-baia-de-maracaipe

Todos pela Rua
A Associação Católica dos Samaritanos, em Recife, ao lado de outros coletivos que trabalham com pessoas em situação de rua, montaram uma ação estratégica e emergencial para suprir as necessidades dessa população.
Saiba mais: http://www.paroquiadecasaforte.com.br/2017/05/samaritanos-em-acao.html
Onde doar: Rua Estreita do Rosário, s/n, Santo Antônio, Recife
Entre em contato: (81) 99969-8560

Rede de Solidariedade
Foi criado em Caruaru, no agreste de Pernambuco, um projeto para ajudar as pessoas que foram prejudicadas com o isolamento social devido ao coronavírus. A Rede de Solidariedade promove uma série de ações para a população, com o apoio de várias instituições e da prefeitura.
Saiba mais: https://transformacaruaru.com.br/
Como doar: Banco do Brasil / Agência 1421-4 / C/C: 16355-4 / CNPJ 10022291/0001-72

Instituto Transviver
A organização recebe doações para a compra de cestas básicas para a população LGBTQIA+ empobrecida de Recife nesse momento de pandemia.
Saiba mais: https://www.facebook.com/transviver/
Como doar: Banco Itaú / Agência: 2483 / C/C: 0026352-3
Entre em contato: [email protected]

Livroteca Brincante do Pina
Projeto de incentivo à leitura, integração artística, cultural e ambiental que tem como base uma biblioteca comunitária. Com foco na informação popular, ele busca no momento arrecadar alimentos, água, álcool 70, sabão, detergente neutro e máscaras para as famílias da Comunidade do Bode, bairro do Pina, zona sul do Recife.
Saiba mais: http://www.livrotecabrincantedopina.siteo.one/home
Como doar: Banco Bradesco / Agência 6108 / Conta 302857-7
Banco Caixa Econômica Federal / Agência 2193 / Operação 013 / Conta 9339-2
Nome: José Ricardo Gomes Ferraz CPF: 763.608.814-20

Piauí (PI)

Gente é para brilhar
O Grupo Matizes, do Piauí, está realizando o projeto Gente é Para Brilhar, que ajuda pessoas LGBTQIA+ neste período da pandemia. Em julho, foram distribuídas 35 cestas básicas e 35 kits de higiene. A intenção é chegar a 100 doações em setembro.
Saiba mais: https://twitter.com/grupomatizes
Como doar: Caixa Econômica Federal: Agência 3389 / Conta 778-0 / Op. 003 / CNPJ 05.996.777/0001-71 Grupo Matizes

Teresina Solidária
Teresina Solidária distribui cestas básicas para a população de Teresina. Além do recebimento de doações físicas de alimentos e cestas básicas, o Teresina Solidária disponibiliza uma conta bancária para receber doações em dinheiro.
Saiba mais: https://pmt.pi.gov.br/
Como doar: Banco do Brasil: Agência: 3791-5 /Conta corrente: 9.854-0 / CNPJ 06.554.869/0001-64
Entre em contato: Centro Paroquial de Fátima, Praça Dom Avelar – bairro de Fátima. / Depósito da SEMCAS PI, Avenida Pedro Freitas, nº 1995 – Bairro São Pedro.

Rio de Janeiro (RJ)

Pandemia com Empatia
O Voz das Comunidades criou a campanha para arrecadar materiais para que famílias pobres possam se cuidar mantendo a higiene.
Saiba mais: https://www.vozdascomunidades.com.br/
Como doar: Caixa Econômica Federal: Agência 0198 / Conta corrente 3021-2 / CNPJ 21.317.767/0001-19 ou pelo PicPay usando @vozdacomunidade.

Quarentena Solidária
A APAE, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, de Nova Iguaçu trabalha com crianças e adolescentes com deficiência e está promovendo uma ação de arrecadação de alimentos para a população atendida – que é majoritariamente negra.
Como doar: (21) 96412-0534 / (21) 96982-6267

Escola Quilombista Dandara de Palmares
A Escola Dandara de Palmares, que fica no Complexo do Alemão, viu a necessidade de continuar atendendo as famílias das crianças já cadastradas – são 45 ao todo – e de expandir a sua atuação cadastrando mais 155 famílias vulneráveis da favela. As ações são voltadas à distribuição de cestas básicas, kits de higiene, máscaras e galões de água.
Saiba mais: https://www.facebook.com/Escola-Quilombista-Dandara-de-Palmares
Como doar: bit.ly/Vakinha_Dandara

Movimento de Mulheres
O Movimento de Mulheres, em São Gonçalo, desenvolve projetos sociais dirigidos às pessoas vulneráveis da região, como mulheres com HIV/Aids, e realiza campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis, materiais de higiene, limpeza, álcool em gel e máscaras para serem doados.
Saiba mais: https://www.movimentomulheres.com.br/
Como doar: Banco Itaú / Agência: 6148 / C/c: 38614-4 / CNPJ 392590980001-31 / Movimento de Mulheres em São Gonçalo

Papo Reto contra o coronavírus
O #PapoReto, coletivo que também faz parte do movimento Juntos pelo Complexo do Alemão na luta contra a covid-19, divulga sua conta oficial para doações em dinheiro.
Saiba mais: https://www.facebook.com/ColetivoPapoReto/
Como doar: Banco Itaú / Agência 0925 / C/ 13001139-8 / Associação Coletivo Papo Reto

BCB Benefícios
A ONG Rio de Paz está apoiando a ação social promovida pela BCB Benefícios, que tem como objetivo arrecadar fundos para comprar cartões-alimentação para doar nas comunidades na Favela do Mandela e no Complexo de Manguinhos. A meta é de conseguir pelo menos 100 cestas básicas digitais.
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/corona-sem-fome-alberto-ricardo-cury-pacheco-de-oliveira

Casa Imersiva Olhartransnegro
O movimento de fortalecimento de pessoas LGBTQIA+ pretas está em campanha para a compra de materiais que auxiliam os atendidos em seus trabalhos audiovisuais. A campanha é pensada para que os participantes possam ter mais independência e possibilidade de trabalho durante a pandemia de coronavírus.
Saiba mais: https://instagram.com/casaimersivaolhartransnegro?igshid=fyarrdimkmbb
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/equipamentos-para-arte-trans-pretxs

Campanha Rede de Solidariedade Casa Nem
Campanha coletiva de distribuição de cestas básica e materiais para a higienização para pessoas LGBTQIA+ que estão precisando de apoio, tais como aquelas que trabalham na informalidade ou que estejam em algum espaço de acolhimento.
Saiba mais: https://www.facebook.com/casanemcasaviva/?rf=1090307731030189
Como doar: Grupo Transrevolução / CNPJ: 27.720.290/0001-02
Banco do Brasil / Agência: 3114-3 / C/C: 18.970 -7
Entre em contato: Rua Dias da Rocha, número 27, Copacabana / (21) 96829-0296

Favela Terapia na prevenção da #Covid-19
O Favela Terapia decidiu criar uma ação voluntária e autônoma de arrecadação que garantirá minimamente uma prevenção da covid-19 às pessoas em situação de rua.
Saiba mais: https://www.facebook.com/FavelaTerapia/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-a-prevencao-do-covid-19-nas-ruas

Complexo da Maré contra o Coronavírus
A comunicação comunitária é uma ferramenta fundamental para informar os moradores de favelas sobre os riscos da pandemia do coronavírus. O coletivos Maré Vive, Maré0800 e AmarÉvê lançaram uma campanha de doação para manter vivas as ações de comunicação durante esse período.
Saiba mais: https://www.facebook.com/Marevive/
https://www.facebook.com/Mare0800/
https://www.facebook.com/amareveoficial/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/complexo-da-mare-contra-o-coronavirus
Entre em contato: [email protected]

Rio contra o corona
A iniciativa da ONG Instituto Phi pretende atender favelas como Cidade de Deus, Pavãozinho e Japeri.
Saiba mais: https://www.riocontracorona.org/
Como doar: CNPJ: 19.570.828/0002-94
Banco Itaú / Agência: 0726 / C/C: 07246-5

A Rocinha Resiste
Descrição: A rede está precisando com urgência de água sanitária, sabão em barra, álcool em gel, cesta básica e água mineral. O coletivo está priorizando doações em dinheiro, para evitar aglomeração em pontos de coleta.
Link: https://www.facebook.com/arocinharesiste/
Como doar: É necessário entrar em contato através do whatsapp (21) 97960-4495.

Amaerj
A Associação de Magistrados do Rio de Janeiro iniciou uma campanha de arrecadação para a compra de materiais hospitalares que serão doados para hospitais públicos. O objetivo é adquirir luvas cirúrgicas, máscaras e reanimadores.
Saiba mais: https://amaerj.org.br/
Como doar: Banco Itaú: Agência 6002 / C/c 07264-0
Bradesco: Agência 6246 / C/c 3030-9 / CNPJ: 40.422.305/0001-06
Entre em contato: (21) 3133-2315

Rio Grande do Sul (RS)

Comitê de Apoio ao Enfrentamento à Violência Doméstica em Santa Maria
Com a intenção de ajudar famílias da cidade de Santa Maria que tiveram suas rendas afetadas pela pandemia do coronavírus, a organização promove uma campanha objetivando a arrecadação de doações para confecção de cestas básicas.
Saiba mais: https://www.facebook.com/pg/apoiomulheressm/posts/?ref=page_internal
Entre em contato para doar: (55) 9962-5757

Rede de Solidariedade com e pela comunidade contra o coronavírus
A rede surge em Porto Alegre para auxiliar as comunidades do Morro Santana e Glória – Cruzeiro – Cristal no enfrentamento ao vírus e reúne 30 estudantes e 60 docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que trabalham em conjunto com os movimentos Periferia Move o Mundo e Frente Favela Brasil.
Saiba mais: https://solidariedadepande.wixsite.com/website
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/apoie-a-voz-do-morro-0f4b7ee1-243f-4e11-aede-a33faeaadb7e

LGBTs conta a covid-19
Diversos coletivos e grupos de apoio aos LGBTI+, como o Coletivo Trans Juliana Martinelli e a Casa Cultural Las Vulvas, estão unidos nesta campanha e preparando ações para auxiliar essas pessoas na cidade de Pelotas.
Saiba mais: https://www.facebook.com/LGBTscontracovid19/
Como doar: https://abacashi.com/p/lgbtcontracovid19

Doações para comunidade indígena Kaingang
A Prefeitura de São Leopoldo iniciou uma campanha para arrecadar alimentos não perecíveis, itens de higiene e materiais de proteção, como luvas e máscaras, para ajudar a comunidade indígena Kaingang.
Saiba mais: http://www.saoleopoldo.rs.gov.br/?titulo=Voluntariado%20&template=conteudo&categoria=1&codigoCategoria=1&idConteudo=4798&tipoConteudo=
Onde doar: Ginásio Municipal Celso Morbach, Avenida Dom João Becker, Centro, das 10h às 18h.
Entre em contato: (51) 2200.-0201

Casa de Referência para Mulheres Mirabal
O espaço de apoio às mulheres vítimas de violência doméstica em Porto Alegre pede a doação de máscaras, luvas descartáveis e álcool em gel para postos de saúde que estão sofrendo com a falta de recursos e materiais.
Saiba mais: https://www.facebook.com/MulheresMirabal
Como doar: https://apoia.se/mulheresmirabal?fbclid=IwAR0_ARrsMxcqigT_I3t7YAIabAWtajntcDTgz3QaBjB27-t5WS1RTk2ZT08
Entre em contato: (51) 3407-6032

Rondônia (RO)

Ajude o povo de Karitiana
Devido ao surto do novo coronavírus, os indígenas Karitiana, de Rondônia, estão sofrendo para suprir necessidades básicas, como alimentação e higiene pessoal. Por isso, a Faculdade Católica de Rondônia e parceiros lançaram uma campanha no Catarse para a compra de 131 cestas básicas – uma por família.
Como doar: https://www.catarse.me/ajudeopovokaritiana?ref=ctrse_newsletter

Apoie os Paiter Suruis na luta contra o covid19
O projeto de arrecadação tem como objetivo levantar fundos para a compra e distribuição de remédios, itens de higiene e cestas básicas para serem distribuídos na terra indígena Sete de Setembro pelas associações indígenas locais Metairelá e Soenama. Já são mais de 41 casos de indígenas infectados pela covid-19 no território.
Como doar: https://www.catarse.me/ajude_os_indigenas_da_etnia_paiter_surui_a_lutar_contra_o_covid_19_nas_aldeias_8e6a

Rondônia, 15 mil famílias precisam de ajuda
Em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena, a ONG Associação de Defesa Etnoambiental está na linha de frente da campanha de arrecadação e distribuição de cestas básicas para as aldeias indígenas Uru-eu-wau-wau e Paiter Suruí. As doações são recebidas em Porto Velho e Cacoal e encaminhadas até a entrada dos territórios indígenas.
Saiba mais: http://www.kaninde.org.br/
Como doar: Banco Itaú / Agência 0663 / C/c 85087-3 / Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé

Roraima (RR)

Conselho Indígena de Roraima (CIR)
A organização indígena sem fins lucrativos lançou uma campanha de arrecadação de fundos para a compra de alimentos e itens de higiene, que serão distribuídos em comunidades localizadas em áreas de difícil acesso e que mais necessitam de assistência. O conselho foi criado em agosto de 1990, tem por objetivo a luta pela garantia dos direitos assegurados na Constituição Federal e o fortalecimento da autonomia dos povos indígenas no estado de Roraima.
Saiba mais: http://cir.org.br/
Como doar: Banco do Brasil / Agência 2617-4 / C/C: 8198-1

Santa Catarina (SC)

SOS Aldeia Piraí
A Aldeia Piraí, do povo Guarani Mbya, está localizada em Araquari e precisa de ajuda durante a pandemia. Ao todo, 150 indígenas estão em quarentena, sem poder sair para vender artesanato ou realizar oficinas e cursos, atividades que garantiam o sustento de 30 famílias. Eles procuram apoio para compra de cestas básicas, legumes, laticínios, verduras, produtos de higiene pessoal e de limpeza, fraldas e cobertores.
Como doar: https://www.catarse.me/AldeiaPirai?ref=ctrse_newsletter

São Paulo (SP)

Palmital contra coronavírus
Com o intuito de defender e preparar a cidade de Palmital para combater a covid-19, dois médicos se uniram para criar a campanha de arrecadação, que promete comprar respiradores e equipamentos de proteção individual para a cidade.
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/palmital-contra-coronavirus

Instituto Responsa contra o coronavírus
ONG que emprega egressos do sistema prisional no mercado de trabalho, o Instituto Responsa emprega cerca de 100 pessoas, atingindo exponencialmente 300 pessoas que, diante da pandemia, ficaram sem recursos para sua manutenção básica. A vaquinha tem como objetivo incentivá-los e apoiá-los nesse momento de confinamento em suas residências.
Saiba mais: http://responsa.pro/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/urgencia-corona-virus

#VemPraGuerra
Residentes e profissionais de outras áreas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo criaram o movimento, que tem o objetivo de arrecadar até R$ 10 milhões para a instituição. O dinheiro será usado para adquirir insumos necessários para a proteção de funcionários e pacientes.
Saiba mais: https://www.hc.fm.usp.br/
Como doar: https://www.charidy.com/vempraguerra

Fogão na Rua
O projeto atende moradores de rua de São Paulo desde 2016. Uma vez por mês, voluntários do grupo distribuem refeições, escova e pasta de dentes, sabonete, papel higiênico, absorvente, cobertores e roupas para pessoas em situação de rua. Neste mês de agosto, o projeto começou a distribuir álcool em gel.
Saiba mais: https://www.fogaonarua.com.br/contato
Como doar: https://www.fogaonarua.com.br/como-doar

UniãoSP
A iniciativa de diversos grupos da sociedade civil para impedir uma crise humanitária em consequência do coronavírus no estado de São Paulo pede doações para a compra de cestas básicas, com alimentos e itens de higiene e limpeza, que serão distribuídos para famílias pobres. As doações podem ser feitas por meio de uma plataforma de crowdfunding ou por transferência bancária
Como doar: acesso o co https://www.uniaosp.org/

UNEAFRO
A organização criou uma campanha para atender famílias negras e periféricas de São Paulo, doando kits de higiene. A iniciativa está na terceira fase e já atendeu pessoas de Paraisópolis, Poá, Jardim Miriam, Perus e comunidades de bairros centrais como Luz e Bela Vista. As doações podem ser feitas por meio de vaquinha virtual e por transferência bancária.
Saiba mais: https://uneafrobrasil.org/
Como doar: Banco do Brasil / Agência: 120-5 / C/C: 74414-X / Associação Franciscana de Defesa de Direitos e Formação Popular – AFDDFP / CNPJ: 11.140.583/0001-72.
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/campanha-de-solidariedade-em-tempos-de-coronavirus

Treino na Laje
O Treino na Laje, projeto que oferece atividades físicas e recreativas na periferia de São Paulo, uniu-se à loja Botões Clássicos para arrecadar fundos para a compra de itens de higiene que serão doados para famílias de comunidades da zona sul. A contribuição pode ser feita em qualquer quantia.
Saiba mais: https://www.instagram.com/treinonalaje/
Como doar: https://www.qualycestas.com.br/cesta-basica-treino-na-laje/p / Banco Itaú / Agência: 0786 / C/C: 17077-9 / CNPJ: 27671135/0001-35

Arsenal da Esperança
O maior centro de acolhimento de São Paulo está pedindo doações de alimentos não perecíveis, itens de higiene e materiais de limpeza. O Arsenal da Esperança serve 2.500 refeições diariamente para pessoas moradoras de rua.
Saiba mais: https://br.sermig.org/arsenais/arsenal-da-esperanza-sao-paulo-brasil.html
Como doar: Banco Santander / Agência 0144 / C/C: 13-003147-6 / CNPJ: 62.459.409/0001-25

Casa Chama
A Casa Chama pretende, neste momento de crise global, dar suporte para ao menos 260 pessoas LGBTQIAP+. Para isso, iniciou uma vaquinha virtual para a compra de cestas básicas para alimentação, produtos de higiene pessoal e limpeza, além de frascos de álcool em gel, medicamentos e máscaras protetoras.
Saiba mais: https://www.atados.com.br/ong/casa-chama
https://www.facebook.com/casachama440/
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/fundo-de-emergencia-para-pessoas-trans-1-3

Centro de Convivência É de Lei
A ONG que atua na redução de danos de usuários de drogas está arrecadando itens de higiene para distribuir durante ações na região da cracolândia, centro de São Paulo.
Saiba mais: https://edelei.org/
Como doar: Banco do Brasil / Agência: 1202-5 / C/C: 16175-6 / CNPJ: 04.893.583/0001-88.
Entre em contato: Rua do Carmo, 56, salas 201 e 202.

União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região
Trabalhando na prevenção do impacto do coronavírus nas comunidades, a organização está recebendo doações de alimentos não perecíveis e itens de higiene em sua sede.
Saiba mais: https://www.unas.org.br/
Como doar: Caixa Econômica / Agência: 3124 / C/C: 376-7 / CNPJ: 38.883.732/000.1-40

RecurS.O.S Solidários
A rede RecurS.O.S Solidários foi criada com o intuito de dar suporte aos trabalhadores informais da Baixada Santista, que podem se inscrever por meio de um formulário. Nele,, é possível indicar um trabalhador ou trabalhadora que precisará de ajuda, e a rede então entra em contato com essa pessoa.
Saiba mais: https://bit.ly/sosrecursos
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/recurs-o-s-solidarios

#JuntosNaLutaContraOCoronavírus
A campanha Voluntariado Einstein tem como objetivo entregar 50 mil kits, com sabonetes, escova e pasta de dente, para famílias de comunidades das regiões de Campo Limpo e Vila Andrade, em São Paulo. Os kits serão distribuídos por meio dos agentes comunitários de saúde. Para colaborar com a campanha é possível doar qualquer quantia, basta fazer uma transferência para a conta do voluntariado.
Saiba mais: https://www.instagram.com/_por_nossa_conta_/
Como doar: Banco Safra: Agência 0093 / C/C: 104529-1 / CNPJ: 60.765.823/0001-30

Fundo para Mães e Trabalhadoras Informais Afetadas pelo covid-19
Voluntários do Instituto Embarque de Paraisópolis e do cursinho popular Carolina de Jesus criaram uma vaquinha online após perceberem a situação das mães dos alunos, de funcionários e colaboradores da rede que perderam seus empregos devido à pandemia do coronavírus. A iniciativa tem como objetivo ajudar mães solteiras e trabalhadoras informais da comunidade de Paraisópolis com renda básica de R$ 400 enquanto durar o isolamento.
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/rede-de-apoio-as-maes-e-trabalhadoras-informais

Comunidade Maria José
O coletivo está arrecadando doações para a compra de cestas básicas que serão entregues para famílias que perderam o trabalho e fonte de renda por causa da pandemia do coronavírus e que tenham filhos cadastrados no projeto Arena BV, Grupo Abadá Capoeira.
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-comunidade-jorge-luis-de-souza

Instituto Projeto Sonhar
A organização recebe doações em dinheiro para a compra de alimentos, produtos de higiene e limpeza destinados a moradores mais pobres de Capão Redondo, Jardim Ângela e Jardim São Luís, na zona sul da cidade.
Saiba mais: http://www.projetosonhar.org/
Como doar: Caixa Econômica Federal / Agência: 4071 / C/C: 2146-9 / CNPJ: 19.616.285/0001-18

Tocantins (TO)

Força Tarefa Coronavírus Tocantins
Um grupo de cidadãos e cidadãs do Tocantins criou um projeto de arrecadação para levantar verba para aquisição e/ou aluguel de equipamentos de proteção e aparelhos de ventilação. A ideia é adquirir e/ou alugar diretamente dos fornecedores e disponibilizar esses equipamentos aos municípios e ao estado como forma de ajudar no tratamento das pessoas que chegarem às unidades de saúde locais.
Como doar: catarse.me/coronavirustocantins

Geral

Plano de Ação Emergencial para famílias no Sertão
Descrição: ONG Amigos do Bem, fundada em 1993 e responsável por ajudar 75 mil pessoas do sertão nordestino, organiza uma ação de emergência durante a pandemia do novo coronavírus com o objetivo de atender a famílias carentes de Alagoas, Ceará e Pernambuco.
Saiba mais: https://www.amigosdobem.org/
Como doar: https://www.amigosdobem.org/acaoemergencial/

APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil
O valor arrecadado será destinado à compra de alimentos, remédios e material de higiene para aldeias.
Como doar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/apoie-os-povos-indigenas

G10 das Favelas
Grupo que reúne lideranças de favelas brasileiras como Rocinha, no Rio de Janeiro, e Heliópolis, em São Paulo, lançou uma campanha virtual para comprar itens de higiene e mantimentos para profissionais autônomos das favelas que ficarão sem trabalho no período da pandemia.
Saiba mais: https://www.esolidar.com/npo/detail/1451-g10-favelas
Como doar: https://www.esolidar.com/crowdfunding/detail/3-g10-apoie-paraisopolis-a-combater-o-corona-virus?lang=br/

Unidos contra a covid-19
A Fiocruz está com uma campanha de arrecadação de recursos para ajudar na implementação de novos projetos e ações em combate ao coronavírus. Toda verba obtida será administrada em conta exclusiva de fundo emergencial, que dará suporte à construção de uma unidade hospitalar e à elaboração de pesquisas e cuidados a pacientes.
Saiba mais: https://unidos.fiocruz.br/
Como doar: Emergencial da Fiocruz, gerenciado pela Fiotec . Banco Bradesco – Agência: 3002-3 C/C: 19044-6 – CNPJ: 02.385.669/0001-74.

Habitat para a Humanidade Brasil
A organização lançou a campanha “Não espalhe o vírus, Espalhe Solidariedade”. O objetivo é apoiar 1.000 famílias de 20 comunidades espalhadas por oito estados do país, num esforço nacional de mobilização para garantir que haja comida e possibilidade de higiene em suas casas.
Saiba mais: https://habitatbrasil.org.br/
Como doar: https://www.catarse.me/espalhesolidariedade

EMPATE2020 – Povos da floresta na luta contra a covid19
A Comissão Pró-Índio do Acre e o Conselho Nacional das Populações Extrativistas, representantes de povos indígenas, ribeirinhos e populações tradicionais, estão reunidos em uma campanha de arrecadação de fundos para prevenir os danos do coronavírus.
Saiba mais: https://www.facebook.com/sos.amazonia
Como doar: https://sosamazonia.org.br/povos-da-floresta-contra-covid/

Covid19 – SOS Povos Indígenas do Brasil
A ação internacional “Covid19 – SOS Povos Indígenas do Brasil”, constituída por 11 campanhas, busca impedir destruição dos povos originários.
Saiba mais: https://www.facebook.com/events/365102494472744/
Como doar: https://ocaraiba.org/2020/08/02/organizacoes-em-portugal-lancam-campanha-de-arrecadacao/