‘A cada tiro derrubava alguém’: indígenas contam como polícia atirou em crianças e adolescentes Guarani e Kaiowá

‘A cada tiro derrubava alguém’: indígenas contam como polícia atirou em crianças e adolescentes Guarani e Kaiowá

A operação do dia 24 de junho, considerada pela Defensoria Pública da União como uma “ação de despejo ilegal”, deixou um indígena morto e outros 20 feridos. Entre as vítimas, há vários adolescentes.

ANTES QUE VOCÊ SAIA… Quando Jair Bolsonaro foi eleito, sabíamos que seria preciso ampliar nossa cobertura, fazer reportagens ainda mais contundentes e financiar investigações mais profundas. Essa foi a missão que abraçamos com o objetivo de enfrentar esse período marcado por constantes ameaças à liberdade de imprensa e à democracia. Para isso, fizemos um chamado aos nossos leitores e a resposta foi imediata. Se você acompanha a cobertura do TIB, sabe o que conseguimos publicar graças à incrível generosidade de mais de 11 mil apoiadores. Sem a ajuda deles não teríamos investigado o governo ou exposto a corrupção do judiciário. Quantas práticas ilegais, injustas e violentas permaneceriam ocultas sem o trabalho dos nossos jornalistas? Este é um agradecimento à comunidade do Intercept Brasil e um convite para que você se junte a ela hoje. Seu apoio é muito importante neste momento crítico. Nós precisamos fazer ainda mais e prometemos não te decepcionar.Faça parte do TIB 

Carregando mais

Filters SVG