Laís Melo

Laís é roteirista, diretora, diretora de arte e educadora popular em cinema. Em seu trabalho pesquisa a reverberação do violento e as possibilidades de reinvenção de vida das corpas da classe trabalhadora. Seu primeiro curta-metragem autoral, “Tentei”, foi premiado como melhor filme, fotografia e atuação no 50o Festival de Brasília, entre outros. Finaliza o curta “Me deixei alí” e se prepara para dirigir o primeiro longa, "Histeria" em 2023. Foi diretora assistente para Aly Muritiba no longa "Deserto Particular", e co-diretora com Isabella Lanave e Mano Cappu na série "Cartas para o Futuro" para National Geographic.