_Notas

6 de Setembro de 2022, 21h10

Depois de reportagem, iFood decide pagar seguro a entregador morto em acidente

Empresa se desculpou à família do jovem acidentado durante entrega por enviar mensagem perguntando como ele estava 11 dias após sua morte.

6 de Setembro de 2022, 21h10

Ilustração: The Intercept Brasil; Getty Images

O iFood afirmou em nota nesta terça-feira, dia 6, que a indenização pelo falecimento do entregador Yuri de Souza Fontes será paga à sua família. A decisão veio um dia após o Intercept revelar que a empresa havia se recusado a pagar o seguro alegando violação nos termos de uso no perfil do trabalhador.

Quando se acidentou, Yuri usava um perfil com outro CPF, porque o dele havia sido suspenso pela plataforma. A família diz que a suspensão foi indevida.

A empresa também afirmou que “se solidariza e pede desculpas” pelo erro do sistema de comunicação da empresa que permitiu o envio de uma mensagem ao perfil de Yuri na plataforma, 11 dias após sua morte. Na mensagem, o iFood informava que ele havia sido banido da plataforma por “má conduta”. Ela começava com “Oi, Yuri, tudo bem por aí?”.

Segundo o iFood, a indenização pela morte do entregador será paga à família nos próximos dias.

Filters SVG